Storytelling no marketing digital

É cada vez mais claro, que só fornecer conteúdo não chega para gerar valor e consequentemente melhorar a relação com o seu cliente. Precisamos que o conteúdo seja relevante, impactante e acima de tudo envolvente. É aqui que entra o Storytelling.

Hoje em dia somos bombardeados com conteúdo a toda a hora. Por isso, o risco da nossa mensagem se difundir num mar de irrelevância é muito mais alto. Por vezes, até temos ideias brilhantes, mas se não soubermos como as transmitir, corremos o risco de sermos sempre apenas mais um. É aqui que entra o Storytelling e todas as técnicas associadas para garantir que o seu conteúdo se diferencie de todo o resto.

Mas afinal, o que é isto do Storytelling?

O Storytelling, como o próprio nome indica, é o acto de contar histórias. Contudo, no que toca ao Marketing e aos conteúdos multimédia, este conceito ganha outra dimensão e transcende-se para além de uma simples história.

Contar uma história implica ter uma mensagem estruturada numa narrativa com princípio, meio e fim, utilizando um personagem central, envolvida num determinado ambiente.

“Mas porquê raio, preciso eu de contar uma história para vender os meus produtos?”

Olhando para o panorama da comunicação e publicidade dos dias de hoje, e como já foi referido anteriormente, a quantidade de conteúdo disponibilizado online é simplesmente esmagadora. Assim sendo, é preponderante termos algo que nos diferencie quando chega a altura de comunicar com os nossos clientes.

Felizmente, o cérebro humano tem muito mais facilidade em reter histórias do que dados. Contar histórias, ativa certas partes do cérebro associadas aos nossos processos cognitivos que podem influenciar a pessoa na sua tomada de decisão

Qual a importância do Storytelling?

Por muito que actuemos numa área saturada de conteúdo, onde a diferenciação torna-se num conceito quase inalcançável, contar histórias permite-nos dar uma abordagem única à mensagem que queremos passar.

Contudo, as vantagens vão muito para além disto:

1. Cria uma relação de empatia entre si e seu cliente

Uma das componentes mais interessantes do estudo do comportamento do consumidor, parte da premissa que o ser humano é um ser social, logo, está na sua natureza desejar fazer parte de algo, seja isso um grupo, uma tribo, etc.

Como referido anteriormente, as histórias influenciam os nossos processos cognitivos. É muito mais fácil captarmos a atenção de alguém e criarmos uma relação com essa pessoa, quando a mensagem é passada por meio de uma história envolvente e emocionante. Isto gera empatia e facilita o processo de conquista e fidelização de clientes. Mas mais que isso, permite que o cliente se identifique muito mais facilmente com a marca e se sinta parte integrante dela, fortalecendo a conexão entre ambos. Isto é extremamente importante uma vez que sabemos que o cliente está cada vez menos disposto a contribuir para o sucesso de algo com o qual não se identifique.

2. Fazer marketing sem fazer marketing

Parece um pouco contraditório, certo? Mas se olharmos em retrospectiva, à partida todos concordamos que já ninguém tem muita paciência para estar a ser bombardeado com anúncios em que percebemos claramente que o único objetivo é vender. Ora, o storytelling permite-nos contar histórias e promover a marca/serviço/produto de forma muito mais súbtil, através de uma mensagem que vai muito para além de nós e daquilo que queremos vender.

3. Gerar mais interação e aumentar a notoriedade

Já ficou estabelecido, que as histórias têm a capacidade de gerar um sentimento muito maior de empatia entre uma marca e o seu cliente. Quanto mais forte for esse sentimento, maior é interação, seja através de Likes, comentários ou partilhas. O que por sua vez, contribui para aquilo que em marketing chamamos de “brand awereness”.

O poder de uma história na influência da decisão

Maior parte das pessoas acredita que as nossas escolhas dependem de uma análise racional, quando na verdade agimos motivados pela emoção, especialmente no que diz respeito a hábitos de consumo.

Uma pesquisa realizada pela The Advertising Research Foundation mostrou que:

  • A conexão emocional tem muito mais influência na decisão de compra do que o conteúdo do anúncio só por si. Sendo até três vezes maior no caso dos anúncios televisivos e duas vezes maior no caso de anúncios impressos e online;
  • A percepção positiva de uma marca é o fator que mais influencia na conquista e na fidelização;

O Storytelling não é só texto!

O termo “show, don’t tell” aplica-se na perfeição ao bom storytelling. A capacidade de levar o cliente a perceber a nossa mensagem e a interpretá-la através de um vídeo ou imagem sem que a mesma tenha um texto associado, poderá ser considerada uma boa prática de storytelling. Embora seja possível contar uma boa história através de um texto, o conteúdo apresentado deve ser transversal a todos os canais, incluindo redes sociais, video e imagem e sempre que necessário (ou não), texto.

O vídeo por exemplo, pode ser uma ferramenta bastante impactante e tende a criar uma relação mais forte entre a marca e os seus consumidores.

Abaixo apresentamos um exemplo de um vídeo que criámos para um dos nossos clientes: “Quinta da Lagoalva”.

O produto em si (vinhos espumantes e brancos da Lagoalva) são um produto fresco e de grande consumo nas alturas mais quentes do ano. Neste sentido, incorporámos os produtos numa experiência de verão com uma personagem que está a usufruir de um dia de praia na companhia dos vinhos da Lagoalva. Este vídeo conecta a marca com o desejo de desfrutar de umas boas férias de verão, na praia e junto ao mar, estabelecendo essa ligação de uma forma tremendamente visual e impactante.

Gostava de contar a sua história?

No Storytelling não existem dogmas e podemos reinventá-lo a cada conteúdo e todos os dias aprendemos algo. Até porque, cada marca tem a sua identidade e cada história poderá ter formas distintas de ser contada.

Gostava de contar a sua história, mas não tem os meios ou não sabe por onde começar? Saiba mais sobre os nossos serviços de storytelling, multimédia e consultoria, no nosso site. Podemos ajudar na conquista e fortalecimento da relação entre si e os seus clientes, através de conteúdo relevante e, acima de tudo, impactante e envolvente.

1 reply

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] aqui que entra o Inbound Marketing e algumas técnicas associadas como o storytelling. Algo que lhe permite, passar uma mensagem que apele aos sentidos do receptor e que ao mesmo tempo […]

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *